Prefeitura de SP planeja criar um anel cicloviário em Marginais e Bandeirantes

SÃO PAULO - Em dez anos, as Marginais do Tietê e do Pinheiros e as Avenidas Bandeirantes, Tancredo Neves, Juntas Provisórias e Salim Farah Maluf devem compor um anel com vias segregadas para bicicletas. É o que prevê o plano cicloviário da gestão Bruno Covas (PSDB), que será apresentado nesta sexta-feira, 3, e vai para audiências públicas nas 32 prefeituras regionais da capital paulista. 






O foco será na conexão da rede cicloviária a terminais de ônibus e estações de metrô e da CPTM. O conceito segue caminho previsto pelo Plano de Mobilidade (Planmob), planejamento lançado três anos atrás que norteia o crescimento da rede cicloviária de São Paulo até 2030, com mapas e diretrizes. 

O plano será apresentado e discutido em audiências prefeituras regionais - como previsto em lei -, na Câmara Temática de Bicicleta (CTB) e no Conselho Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT). Há ainda o planejamento da distribuição de bicicletários, paraciclos e “bike stops” (cabines onde o ciclista possa tomar banho e trocar de roupa).


Avenidas movimentadas terão ciclovias, as coletoras vão ganhar ciclofaixas e ruas do miolo dos bairros ficarão com ciclorrotas



46 visualizações

Tenho algo a dizer da Vila Madalena...

Se você tem um pensamento, um poema, uma frase, qualquer

coisa que seja uma declaração de amor (ou quase), uma história fora do comum, um fato marcante referente à Vila Madalena, mande. Se estiver dentro do espírito de contribuir com a evolução das pessoas e da linha da revista, a gente publica. 

Desenvolvido por The Ideah Publicidade